Saiba porque o mapeamento facial é diferencial dos dentistas que fazem tratamentos estéticos

O uso de preenchedores faciais para efeito rejuvenescedor não é novidade no mercado. Porém, ano após ano novas técnicas e tecnologias surgem com o objetivo de proporcionar resultados ainda mais naturais e mais harmônicos esteticamente. O mapeamento facial é uma dessas novidades e seus benefícios são surpreendentes, tanto para o profissional habilitado na técnica quanto para o paciente. Continue a leitura para entender melhor do que se trata e quais são as vantagens desse tratamento.

O que é o mapeamento facial?

O mapeamento facial também é conhecido por MD Codes, trata-se de uma técnica desenvolvida pelo médico brasileiro Maurício de Maio que tem obtido reconhecimento internacional. O processo consiste em mapear no rosto do paciente os pontos que podem ser beneficiados pelo uso de preenchedores, orientando com exatidão e segurança o trabalho do profissional.

Quais são os benefícios do mapeamento facial para o paciente?

A maior vantagem do mapeamento facial é garantir para cada paciente um resultado individualizado, as características da face de cada pessoa são consideradas e respeitadas, garantindo um resultado muito mais natural.

O preenchimento feito a partir dessa técnica proporciona efeito Lift sem necessidade de intervenção cirúrgica e também a correção de rugas e outros sinais da idade, como os famosos pés de galinha e o bigode chinês. Pequenas alterações na face também podem ser realizadas, como a melhoria do contorno e volume dos lábios.

Os resultados são rapidamente visíveis, com efeitos colaterais mínimos e pouco incômodo na hora da aplicação. O efeito dura cerca de dois anos.

Porque o mapeamento facial é um diferencial para o dentista?

A odontologia estética pode se beneficiar bastante do uso do MD Codes. A técnica propicia a harmonização orofacial, uma vez que permite alinhar perfeitamente todos os elementos da face ao sorriso. Além disso, o uso de preenchedores pode ser útil para compensar perdas maxilares ou mandibulares, sendo um excelente artifício terapêutico para a solução de casos clínicos funcionais.

Vale pontuar também que, por se tratar de uma técnica nova no mercado, existem poucos profissionais habilitados para trabalhar com MD Codes, sendo, portanto, um grande diferencial para os dentistas que atuam com tratamentos estéticos. Hoje a odontologia estética tem sido cada vez mais buscada pelos pacientes,certifique-se de que você ofereça no seu consultório exatamente aquilo que eles procuram!

Hoje o mercado da odontologia está cada vez mais saturado e cabe ao profissional que busca uma carreira de sucesso na área manter-se atualizado através de cursos de capacitação e especialização, ampliando assim os serviços que oferece e adaptando-se às novas demandas do mercado. Que tal começar a investir no seu futuro através do curso de mapeamento facial?

O Instituto Velasco oferece a formação em MD Codes voltada especificamente para cirurgiões dentistas, contemplando tanto os benefícios estéticos que a técnica proporciona quanto os benefícios funcionais para o tratamento do paciente.

Nossa escola tem uma longa trajetória na educação continuada em odontologia, além de uma excelente estrutura de ensino para garantir seu aprendizado. Acesso nosso site para conhecer na íntegra o conteúdo do curso, a estrutura das aulas e valores, inscreva-se!

Conheça o curso de toxina botulínica para dentistas do Instituto Velasco

O curso de toxina botulínica para dentistas tem sido um dos mais procurados do mercado e não faltam motivos para isso. A substância já é velha conhecida dos médicos e ganhou popularidade, sob a alcunha de Botox, por ter o poder de corrigir e prevenir rugas e linhas de expressão, ajudando a criar o efeito de rejuvenescimento na pele. Ela atua nos neurônios bloqueando a ação do neurotransmissor acetilcolina para as fibras musculares, com isso a musculatura do local perde o poder de contração e fica paralisada.

Há alguns anos, os dentistas também passaram a se valer das aplicações dessa toxina. Na odontologia ela pode ser utilizada para fins estéticos, como correção de assimetrias da face e do sorriso gengival, mas também para tratamento de dores orofaciais e bruxismo.

Os usos terapêuticos dessa substância são vantajosos pois os resultados podem ser vistos rapidamente, a aplicação não é dolorosa e os efeitos colaterais são mínimos! Além disso, é um serviço lucrativo para o profissional e, em alguns casos, é capaz de substituir outros tratamentos mais complicados e até mesmo cirúrgicos. Vale a pena se especializar, não é?

O que você vai aprender no curso de toxina botulínica para dentistas do Instituto Velasco?

O curso de toxina botulínica para dentistas do Instituto Velasco conta com parte teórica e prática e aborda tudo o que você precisa saber para já começar a oferecer esse novo serviço em seu consultório odontológico.

A começar por estudos sobre a anatomia da face, dinâmica muscular e direcionamento das fibras musculares. Em seguida, você aprenderá tudo sobre a toxina botulínica em si: história da substância, mecanismos de ação, legislação, preparo, doses, indicações e contra-indicações…

O curso continua voltado agora para as aplicações práticas do botox na odontologia, como casos de disfunção têmporo-mandibular, correção de assimetrias da face e do sorriso gengival, tratamento de dores orofaciais e cefaléia tencional de origen dentária/tensional dentre outras diversas possibilidades.

A parte prática é divida entre o conteúdo demonstrativo, em que os casos clínicos serão discutidos, e as atividades realizadas pelos próprios alunos nos pacientes participantes. Para conferir todo o conteúdo na íntegra clique aqui.

Como funciona o curso?

curso de toxina botulínica para dentistas do Instituto Velasco é ministrado em 3 dias consecutivos (de quarta a sexta-feira) das 9h às 19h, nas cidades de São Paulo ou Sorocaba (cheque o endereço aqui!). Para alunos de fora dessas cidades, oferecemos traslados e damos apoio na reserva de hotéis.

São 24 vagas destinadas a cirurgiões dentistas graduados, que atuarão em duplas nos casos clínicos práticos, supervisionados pela equipe de professores. O aluno poderá trazer um ou mais pacientes para a atividade, se assim desejar. 

Nossa escola oferece todo o material clínico necessário para o seu aprendizado, basta levar um avental branco. Além disso, todas as aulas e material de consulta ficam disponíveis para o aluno em nossa plataforma online ou em meio impresso. 

Em nosso site você descobre todos os detalhes sobre o curso e já pode se inscrever para as próximas turmas! Se especialize em uma Instituição renomada, com mais de 30 anos de tradição e qualidade de ensino reconhecida pelo MEC, conheça o Instituto Velasco!

5 erros comuns na gestão de clínicas odontológicas

A maioria dos dentistas recém formados sonha com a abertura de clínicas odontológicas próprias e, para obterem o sucesso, precisam assumir o papel de verdadeiros gestores. Mas sabemos que as universidades raramente ensinam sobre gestão, não é?

Isso acaba resultando em alguns erros que podem comprometer seu futuro negócio! Para garantir que você não cometa nenhum deles elaboramos esse artigo com 5 dos erros de gestão mais comuns em clínicas odontológicas. Vamos lá?

1. Não encarar clínicas odontológicas como empresas

É comum que profissionais de saúde neglicenciem o aspecto mercadológico de seus negócios, mas para atingir o sucesso é necessário que as clínicas odontológicas sejam encaradas como verdadeiras empresas.

É necessário ter um controle financeiro rigoroso, muita seriedade ao estabelecer contratos com pacientes, organização com documentações, profissionalismo, investimentos em marketing… É uma empresa como qualquer outra, certo?

2. Misturar finanças pessoais e profissionais

Esse é um erro cometido por muitos empreendedores, principalmente por aqueles que atuam sozinhos. Jamais misture as finanças do consultório com as suas pessoais, são coisas bem diferentes! Não cometa o erro de achar que todo o lucro da empresa deve ser convertido em benefício próprio.

Mensalmente, transfira o seu pro-labore para sua conta pessoal, esse é o seu salário e depois de recebê-lo você não deverá fazer outros saques na conta da empresa. O restante do montante disponível no caixa deverá ser usado para quitar as despesas do consultório, fazer investimentos e manutenções.

3. Fazer tudo “no papel”

Agenda, fluxo de caixa, documentações de pacientes… Fazer todos esses registros no papel pode acabar gerando desorganização, erros e dificuldade para encontrar os dados que você precisa.

Hoje existem sistemas de gestão próprios para clínicas odontológicas com todos os recursos necessários para que um dentista gerencie sua empresa de forma eficiente, completa e com apoio da tecnologia. Assim, sua agenda, seus documentos e suas finanças ficam organizados, seguros, fáceis de acessar e concentrados em um só lugar.

4. Não ter planejamento estratégico

Ao abrir um empresa é necessário se planejar e o mesmo vale para clínicas odontológicas. Pense nas suas metas, objetivos e nas ações que deverá tomar para alcançá-los.

Avalie regularmente seus resultados através de indicadores de desempenho. Assim você poderá identificar erros que precisa corrigir e também acertos que poderá ampliar, facilitando a tomada de decisão e guiando sua empresa para o caminho certo!

5. Deixar de investir em capacitação

O investimento constante em capacitação é fundamental para qualquer empresa, afinal, a evolução profissional se reflete no sucesso do negócio. Ampliar seus conhecimentos é uma forma de acompanhar o mercado, diversificar sua cartela de serviços e oferecer para seus pacientes as melhores novidades da odontologia. Separe sempre um orçamento para cursos, congressos, palestras e especializações.

O Instituto Velasco há mais de 30 anos oferece cursos de alta qualidade para capacitação de dentistas. Com ensino de ponta e excelente estrutura, garantimos aos nossos alunos o aprendizado necessário para evoluir na carreira! Conheça nossos cursos e assine nossa newsletter para acompanhar as novidades!