5 erros comuns na gestão de clínicas odontológicas

gestão clinica

5 erros comuns na gestão de clínicas odontológicas

A maioria dos dentistas recém formados sonha com a abertura de clínicas odontológicas próprias e, para obterem o sucesso, precisam assumir o papel de verdadeiros gestores. Mas sabemos que as universidades raramente ensinam sobre gestão, não é?

Isso acaba resultando em alguns erros que podem comprometer seu futuro negócio! Para garantir que você não cometa nenhum deles elaboramos esse artigo com 5 dos erros de gestão mais comuns em clínicas odontológicas. Vamos lá?

1. Não encarar clínicas odontológicas como empresas

É comum que profissionais de saúde neglicenciem o aspecto mercadológico de seus negócios, mas para atingir o sucesso é necessário que as clínicas odontológicas sejam encaradas como verdadeiras empresas.

É necessário ter um controle financeiro rigoroso, muita seriedade ao estabelecer contratos com pacientes, organização com documentações, profissionalismo, investimentos em marketing… É uma empresa como qualquer outra, certo?

2. Misturar finanças pessoais e profissionais

Esse é um erro cometido por muitos empreendedores, principalmente por aqueles que atuam sozinhos. Jamais misture as finanças do consultório com as suas pessoais, são coisas bem diferentes! Não cometa o erro de achar que todo o lucro da empresa deve ser convertido em benefício próprio.

Mensalmente, transfira o seu pro-labore para sua conta pessoal, esse é o seu salário e depois de recebê-lo você não deverá fazer outros saques na conta da empresa. O restante do montante disponível no caixa deverá ser usado para quitar as despesas do consultório, fazer investimentos e manutenções.

3. Fazer tudo “no papel”

Agenda, fluxo de caixa, documentações de pacientes… Fazer todos esses registros no papel pode acabar gerando desorganização, erros e dificuldade para encontrar os dados que você precisa.

Hoje existem sistemas de gestão próprios para clínicas odontológicas com todos os recursos necessários para que um dentista gerencie sua empresa de forma eficiente, completa e com apoio da tecnologia. Assim, sua agenda, seus documentos e suas finanças ficam organizados, seguros, fáceis de acessar e concentrados em um só lugar.

4. Não ter planejamento estratégico

Ao abrir um empresa é necessário se planejar e o mesmo vale para clínicas odontológicas. Pense nas suas metas, objetivos e nas ações que deverá tomar para alcançá-los.

Avalie regularmente seus resultados através de indicadores de desempenho. Assim você poderá identificar erros que precisa corrigir e também acertos que poderá ampliar, facilitando a tomada de decisão e guiando sua empresa para o caminho certo!

5. Deixar de investir em capacitação

O investimento constante em capacitação é fundamental para qualquer empresa, afinal, a evolução profissional se reflete no sucesso do negócio. Ampliar seus conhecimentos é uma forma de acompanhar o mercado, diversificar sua cartela de serviços e oferecer para seus pacientes as melhores novidades da odontologia. Separe sempre um orçamento para cursos, congressos, palestras e especializações.

O Instituto Velasco há mais de 30 anos oferece cursos de alta qualidade para capacitação de dentistas. Com ensino de ponta e excelente estrutura, garantimos aos nossos alunos o aprendizado necessário para evoluir na carreira! Conheça nossos cursos e assine nossa newsletter para acompanhar as novidades!

No Comments

Post a Reply