Meus Cursos

Convênio Odontológico: Atender ou não?

Atender ou não convênio odontológico é um grande dilema que acompanha muitos dentistas. O motivo principal que gera tanta polêmica nessa questão são os valores reduzidos que os planos repassam para o profissional. Será que vale a pena? A resposta para essa pergunta exige uma avaliação séria e é para te ajudar nisso que elaboramos esse artigo. Vamos lá?

Para começar, é importante considerar o que o Código de Ética Odontológica traz sobre a questão, veja:

Art. 21. O cirurgião-dentista deve evitar o aviltamento ou submeter- se a tal situação, inclusive por parte de convênios e credenciamentos, de valores dos serviços profissionais fixados de forma irrisória ou inferior aos valores referenciais para procedimentos odontológicos.

Ou seja, o próprio código de ética recomenda ao dentista que evite relacionar-se com convênios que pratiquem valores que não sejam condizentes com a realidade do profissional. Colocar tudo na ponta do lápis é a melhor forma de tomar a decisão de atender ou não um convênio odontológico. Calcule!

Sabemos que para que um consultório odontológico se desenvolva é necessário que o valor cobrado do paciente cubra, ao menos, os custos de material, custos de funcionamento/manutenção da clínica (aluguel, água, luz…), taxas e impostos e a hora de trabalho do profissional. O dentista deverá fazer esse cálculo para estipular qual será o valor mínimo que deverá receber por procedimento, acrescido da margem de lucro esperada. Compare o valor obtido com o valor que será pago pelo convênio.  Financeiramente compensa? Sabemos que muito provavelmente a resposta será não, certo?

Mas será que é melhor aceitar o pouco pago pelo convênio do que perder o atendimento? Dificilmente será vantajoso, afinal se seus custos não forem cobertos com o pagamento recebido você terá que desembolsar dinheiro para quitar todas as contas, literalmente pagando para trabalhar! Se prestar a fazer esse tipo de serviço desvaloriza a odontologia, prejudica o desenvolvimento do seu negócio, além de não fazer jus ao alto investimento em educação e equipamento feito por todo dentista.

Burocracia ao atender convênio odontológico

Além dos problemas financeiros ao aceitar a parceria com um convênio odontológico você terá que lidar com algumas burocracias da operadora.

Antes de iniciar um tratamento é necessário reunir uma série de documentos que comprovem a necessidade dos procedimentos e também realizar uma perícia, o que pode tornar o processo moroso tanto para o profissional quanto para o paciente.

Outro ponto que pode demorar é o acerto, afinal, o pagamento não vem logo após o fim do tratamento, mas sim depois da aprovação da operadora, por isso é necessário se planejar bem para estar sempre em dia com seus débitos.

Esse panorama mostra uma realidade constatada por muitos profissionais da odontologia no Brasil, é necessário pensar em tudo isso antes de optar, com clareza, por atender um convênio. Existem formas mais eficazes de se tornar verdadeiramente um dentista de sucesso.

No blog do Instituto Velasco você encontra mais informações direcionadas para a otimizar sua carreira na área da odontologia. Assine nossa newsletter para acompanhar!

3 dicas para se diferenciar no mercado odontológico

Dados do CFO confirmam: hoje no Brasil há mais de 300 mil cirurgiões dentistas na ativa. Esse é um número alto, que nos torna o país com mais profissionais da odontologia no mundo! Essa posição de destaque tem uma consequência complicada para aqueles que decidem seguir nessa carreira: o mercado odontológico está cheio e é muito competitivo.Mesmo assim, ano após ano há novos dentistas se formando. Como fazer para se diferenciar e continuar sendo um profissional relevante com uma carreira de sucessonesse contexto? Preparamos esse artigo com 3 dicas para te ajudar nisso. Vamos começar?

1. Ofereça um serviço Premium

Uma boa consulta, do ponto de vista técnico, pode ser oferecida pela maioria dos dentistas no mercado odontológico. Mas, quem deseja se diferenciar, deve ir além e oferecer um serviço de excelência. Seguem algumas ideias para garantir uma consulta Premium para seus pacientes:

  • Ofereça algumas comodidades no consultório, como estacionamento, wifi, ar condicionado, água, cadeiras confortáveis e revistas atuais.
  • Associe seu trabalho a outros relacionados, como cuidados voltados para estética e beleza, por exemplo.
  • Pense na possibilidade de oferecer serviços diferenciados, como atendimento à domicílio ou um plantão 24hrs na região. 
  • Personalize os atendimentos, seja empático com o paciente, escute as queixas com calma, explique de forma simples e clara quais são os problemas e como será realizado o tratamento. Mostre que cada paciente é importante!

Acompanhe as novidades do mercado odontológico

A odontologia é uma ciência em evolução, a cada dia os estudiosos descobrem novas técnicas, tecnologias e tratamentos. Essas novidades podem facilitar o seu trabalho, otimizar os resultados para seus pacientese até tornar o tratamento mais rápido, menos dolorido e esteticamente mais agradável. 

Um dentista que quer se diferenciar no mercado odontológico deve estar atento para proporcionar aos seus pacientes os mais modernos tratamentos, para isso é importante investir em cursos, palestras, congressos e workshops. Para manter-se relevante, é necessário atualizar-se!

Especialize-se

Como já falamos, são muito os dentistas que se formam no Brasil, mas quando pensamos nos especialistas esse número é drasticamente reduzido, apenas cerca de um terço dos profissionais busca uma especialização. Além disso, como as áreas de atuação na odontologia são numerosas e variadas, a concorrência dentro de cada uma delas é bem menor, certo?

Quem se especializa é capaz de atender um novo nicho de pacientes e ampliar os serviços que oferece no consultório. Além disso, por oferecer tratamentos especializados pode cobrar um preço mais elevado, condizente com seu investimento em educação. Dessa forma, o dentista consegue atrair mais pacientes que estão me busca da sua especialidade e também oferecer novos serviços para seus pacientes atuais, fidelizando-os e aumentando o ticket médio de seus clientes. 

Quem deseja se especializar e também manter-se atualizado no mercado odontológico deve procurar por instituições de ensino de qualidade, que permitam experiência prática e garantam excelência no ensino teórico. O Instituto Velasco é referência no ensino da odontologia, são mais de 30 anos formando dentistas para carreiras de sucesso. Conheça melhor os cursos que oferecemos e inscreva-se na nossa newsletter para não perder nenhuma novidade!

5 erros comuns na gestão de clínicas odontológicas

A maioria dos dentistas recém formados sonha com a abertura de clínicas odontológicas próprias e, para obterem o sucesso, precisam assumir o papel de verdadeiros gestores. Mas sabemos que as universidades raramente ensinam sobre gestão, não é?

Isso acaba resultando em alguns erros que podem comprometer seu futuro negócio! Para garantir que você não cometa nenhum deles elaboramos esse artigo com 5 dos erros de gestão mais comuns em clínicas odontológicas. Vamos lá?

1. Não encarar clínicas odontológicas como empresas

É comum que profissionais de saúde neglicenciem o aspecto mercadológico de seus negócios, mas para atingir o sucesso é necessário que as clínicas odontológicas sejam encaradas como verdadeiras empresas.

É necessário ter um controle financeiro rigoroso, muita seriedade ao estabelecer contratos com pacientes, organização com documentações, profissionalismo, investimentos em marketing… É uma empresa como qualquer outra, certo?

2. Misturar finanças pessoais e profissionais

Esse é um erro cometido por muitos empreendedores, principalmente por aqueles que atuam sozinhos. Jamais misture as finanças do consultório com as suas pessoais, são coisas bem diferentes! Não cometa o erro de achar que todo o lucro da empresa deve ser convertido em benefício próprio.

Mensalmente, transfira o seu pro-labore para sua conta pessoal, esse é o seu salário e depois de recebê-lo você não deverá fazer outros saques na conta da empresa. O restante do montante disponível no caixa deverá ser usado para quitar as despesas do consultório, fazer investimentos e manutenções.

3. Fazer tudo “no papel”

Agenda, fluxo de caixa, documentações de pacientes… Fazer todos esses registros no papel pode acabar gerando desorganização, erros e dificuldade para encontrar os dados que você precisa.

Hoje existem sistemas de gestão próprios para clínicas odontológicas com todos os recursos necessários para que um dentista gerencie sua empresa de forma eficiente, completa e com apoio da tecnologia. Assim, sua agenda, seus documentos e suas finanças ficam organizados, seguros, fáceis de acessar e concentrados em um só lugar.

4. Não ter planejamento estratégico

Ao abrir um empresa é necessário se planejar e o mesmo vale para clínicas odontológicas. Pense nas suas metas, objetivos e nas ações que deverá tomar para alcançá-los.

Avalie regularmente seus resultados através de indicadores de desempenho. Assim você poderá identificar erros que precisa corrigir e também acertos que poderá ampliar, facilitando a tomada de decisão e guiando sua empresa para o caminho certo!

5. Deixar de investir em capacitação

O investimento constante em capacitação é fundamental para qualquer empresa, afinal, a evolução profissional se reflete no sucesso do negócio. Ampliar seus conhecimentos é uma forma de acompanhar o mercado, diversificar sua cartela de serviços e oferecer para seus pacientes as melhores novidades da odontologia. Separe sempre um orçamento para cursos, congressos, palestras e especializações.

O Instituto Velasco há mais de 30 anos oferece cursos de alta qualidade para capacitação de dentistas. Com ensino de ponta e excelente estrutura, garantimos aos nossos alunos o aprendizado necessário para evoluir na carreira! Conheça nossos cursos e assine nossa newsletter para acompanhar as novidades!

Como ser um dentista de sucesso?

O Brasil é reconhecidamente o país com mais dentistas do mundo. É comum vermos novos consultórios surgindo por aí, mas também vemos muitos dentistas abandonando a profissão pelas dificuldades de ser bem sucedido em uma carreira tão competitiva. Mas o que será que é determinante para que você seja um dentista de sucesso? O que divide aqueles que obtêm excelentes resultados daqueles precisam fechar seus consultórios? Vamos responder essas perguntas nesse artigo!

1. O dentista de sucesso conhece seus pacientes

Saber quem é seu público é muito importante para que você conheça os desejos e necessidades de quem você atende. Só dessa maneira você poderá direcionar seu serviço para satisfazer as expectativas de seus pacientes e ainda superá-las, oferecendo um atendimento personalizado.

Descubra informações como poder aquisitivo, interesse por tratamentos voltados para estética ou apenas para saúde, meios de transporte que utilizam para ir até o consultório, formas de pagamento que preferem, dentre outras… Esses dados funcionam para que você direcione estrategicamente seu trabalho para conquistar e fidelizar clientes.

2. O dentista de sucesso busca diferenciais

Hoje em dia existem muitos consultórios odontológicos e a grande maioria deles oferece serviços qualificados do ponto de vista técnico. Isso quer dizer que competência na hora de oferecer tratamentos básicos não é mais, necessariamente, um diferencial. Para se destacar no mercado é importante que você ofereça algo a mais.

Diferenciais podem ser inseridos em vários aspectos do seu atendimento. Veja algumas sugestões:

  • Especialize-se em alguma área ou busque conhecer novas técnicas do mercado. Assim, você pode aumentar sua cartela de serviços.
  • Invista em equipamentos modernos, uma cadeira confortável e em um ambiente charmoso;
  • Ofereça pequenos “mimos” que visem ao bem-estar do seu paciente, como wifi na sala de espera, revistas atuais e até mesmo brindes;
  • Torne seu atendimento memorável! Ofereça um serviço personalizado, mostrando para seu paciente que você realmente se importa com ele.

3. O dentista de sucesso gerencia seu consultório como uma empresa

Sabemos que lidar com assuntos burocráticos e gerenciais não é a parte mais legal de ter um consultório odontológico, mas é fundamental que você olhe com cuidado para a gestão do seu negócio.

Ter um bom controle da sua agenda, manter todos os seus documentos organizados e acessíveis, e registrar todas as suas transações financeiras são tarefas muito necessárias para a saúde da sua empresa.

4. O dentista de sucesso está sempre estudando

Na área da saúde, inovações nas técnicas e procedimentos são frequentes e a odontologia não é exceção a essa regra. Manter-se sempre atualizado é necessário para que o mercado não te deixe para trás, comprometendo seu sucesso profissional.

Investir em conhecimento, como cursos, especializações e pós-graduações, é investir no sucesso da sua carreira, demostra comprometimento com a qualidade do seu serviço e com a satisfação dos seus pacientes.

Para garantir excelência no seu aprendizado, é muito importante escolher uma boa instituição de ensino. O Instituto Velasco oferece cursos de ponta na área de odontologia, é reconhecido pelo MEC e está disponível para te ajudar a transformar sua carreira em um grande sucesso. Conheça!

7 dicas para fazer seus pacientes sorrirem

Em meio às tensões de executar uma prática médica, às vezes é difícil lembrar as razões pelas quais você ingressou na  medicina, ou odontologia, e  muito menos gastar energia extra para manter seus pacientes felizes. Mas manter seus pacientes sorrindo é bom para sua carteira e sua psique. Pacientes felizes continuam voltando e irão recomendá-lo a amigos e familiares, e não subestime o poder que os pacientes alegres têm para tornar o seu dia e a atmosfera de seu escritório mais agradável.

Continue reading “7 dicas para fazer seus pacientes sorrirem”

A odontologia e a procura pela demanda estética

Agora, estética e beleza, (assim como o bem-estar) também fazem parte do campo da saúde. O corpo, marcador social real da personalidade, tornou-se um capital que deve ser mantida ou expostos.
Mesmo com a preocupação em ter um belo corpo, o rosto é a parte mais exposta. Assim, muitos pacientes não estão apenas à procura de cuidar dos dentes, mas também com a estética do dente.

Continue reading “A odontologia e a procura pela demanda estética”

Resíduos hospitalares: saiba como descartá-los corretamente

Os hospitais e clínicas odontológicas são grandes focos de geração de resíduos. Cada departamento gera um tipo descarte e resíduos, que podem ser perigosos para a saúde, dependendo do tipo.

Continue reading “Resíduos hospitalares: saiba como descartá-los corretamente”

Odontopediatria: faça do seu consultório um lugar divertido para as crianças

Muitas crianças sentem medo de ir ao dentista, e muitas vezes isso é alimentado no seu ambiente familiar. Os pais muitas vezes não gostam de ir ao médico ou dentista e falam isso abertamente perto das crianças e os sons agudos que emanam das ferramentas do dentista. Continue reading “Odontopediatria: faça do seu consultório um lugar divertido para as crianças”

Fale conosco!