Quem Somos

O Instituto Velasco é um centro de ensino e pesquisa dedicado à Odontologia, com especial destaque para a Implantodontia, Cirurgia e Prótese Dentária. Criado em 2008 junto ao Hospital da Face, atua na formação de cirurgiões dentistas brasileiros ou estrangeiros, com especial destaque para portugueses, italianos e ingleses.

Em São Paulo contamos com centro de projeções, para demonstrações práticas e cirúrgicas, sala de aula para 40 pessoas, biblioteca com mais de 1000 volumes, 2 clinicas totalizando 22 equipos e laboratório para hands-on. Temos parcerias com estruturas próprias em várias cidades do Brasil, como Salvador, Rio de Janeiro, São José dos Campos, Tatuí, Itapetininga, Santos entre outras.

Somos reconhecidos junto ao Ministério da Educação e Cultura do Brasil como um Centro de Pós-graduação em Odontologia (credenciamento no MEC sob Portaria nº 1.342 de 10 de novembro de 2008).

Nossa História

Em 1987 foi fundado o Centro de Estudos e Técnicas Odontológicas – CETO, situado inicialmente à Rua Riga, 300, na cidade de São Paulo, com uma estrutura diferenciada no setor, que já contava com salas de aula, clínicas e laboratório de prótese dentária.

A finalidade exclusiva desse centro era de ministrar cursos de atualizações em odontologia para profissionais da área – cirurgiões dentistas e técnicos em prótese dentária. O CETO passou por duas importantes ampliações, sendo uma em 1992, e outra no ano de 1999, a partir de quando passou a contar com novas instalações em duas modernas clínicas, que passaram a reunir 22 consultórios, um centro cirúrgico com sistema de projeção simultânea, salas de aulas, auditório para 60 pessoas e laboratório de prótese para suporte prático aos cursos ministrados.

Até então, o Instituto Velasco, através do CETO, ministrava somente cursos de atualização e extensão em diversas especialidades odontológicas, prestando atendimento assistencial em seus diversos cursos.

A partir de 2005, em parceria com a Faculdade Mozarteum de São Paulo – FAMOSP, o CETO passou a sediar cursos de especialização ministrados pela instituição, primeiramente na área da Implantodontia e, a partir de 2007, desta vez em convênio com a Universidade São Marcos – UNIMARCO, passou a dar espaço a cursos de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Dor e Disfunção Têmpor-Mandibular, Prótese Dentária, Ortodontia e Implantodontia, ministrados pela Universidade.

Com a fusão do CETO junto ao Hospital da Face (que aconteceu a partir de 2009 e se completou em 2013), todo o departamento de ensino do CETO passou a ser coordenado de forma independente através do Instituto Velasco. Isso permitiu que nossa infra-estrutura se completasse com um total de 28 equipos odontológicos, contendo 6 microscópios, centro cirúrgico com projeção para a sala de aula, mais uma sala para 15 alunos, outra para 60 alunos, um anfiteatro para 150 pessoas, laboratório para 30 alunos, biblioteca e sala de estudo, além de todo o suporte do Hospital da Face contendo centro cirúrgico (para procedimentos com anestesia geral) com recursos de projeção ao anfiteatro anexo, além de 6 leitos para pacientes, laboratório de prótese entre outros grandes benefícios.

Utilizando de uma infra-estrutura modulada e adequada às necessidades de cada curso, independente de sua complexidade, desde novembro de 2008 obtivemos registro de nossa escola como um Centro de Pós-graduação em Odontologia (credenciamento no MEC sob Portaria nº 1.342 de 10 de novembro de 2008).

Hoje o Instituto Velasco atua como entidade de ensino em diversos estados do Brasil, além de escritórios em Portugal, Itália e Reino Unido. Além disso, mantém firmado uma parceria em projetos especiais junto à Unicastelo.

Missão

O Instituto Velasco tem por missão utilizar o trabalho educacional de atualização e especialização profissional, para promover melhores condições de atendimento à população, transformando conhecimento em saúde.

Valores

O Instituto Velasco considera como valores primordiais norteadores de suas ações estratégicas e gerenciais nas áreas acadêmicas e administrativas:
• a pessoa humana, como sujeito-cidadão democrático e a sua vivência comunitária, como canal de desenvolvimento do indivíduo e da coletividade;
• a idoneidade e a ética, como atributos inerentes ao ser humano e norteadores do processo de formação da cidadania;
• a capacidade técnico-habilitacional, fator indispensável na profissionalização das funções acadêmicas do educador e na formação do educando;
• o pluralismo de idéias como respeito à universalização do saber e ao livre arbítrio do ser pensante; e
• a relação educando/educador, respeitosa e harmônica, e o papel do docente, fomentador do processo consciente e crítico de desenvolvimento de competências, habilidades e atitudes do alunado, gerador de seu próprio crescimento profissional e como cidadão ético;

Finalidades

O Instituto Velasco é uma organização que tem por finalidade o desenvolvimento de um trabalho educacional de formação específica que envolve a prestação de serviços médico-odontológicos à população em geral, melhorando a saúde dos indivíduos, com procedimentos técnico-científicos responsáveis e éticos. Para cumprir com a sua finalidade, deve:
• estimular o desenvolvimento do espírito científico e do pensamento reflexivo;
• capacitar profissionais nas áreas de conhecimento em que atuar, em cursos de pós-graduação lato sensu;
• estimular e apoiar a investigação científica, visando ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia, da produção e difusão da cultura e o entendimento do homem e do meio em que vive;
• promover a divulgação de conhecimentos culturais, científicos e técnicos que constituem patrimônio da humanidade e comunicar o saber através do ensino, de publicações ou de outras formas de comunicação;
• suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional e possibilitar a correspondente concretização, integrando os conhecimentos que vão sendo adquiridos numa estrutura intelectual sistematizadora do conhecimento de cada geração;
• estimular o conhecimento dos problemas do mundo globalizado e, simultaneamente, prestar serviços especializados à comunidade, estabelecendo com esta uma relação de reciprocidade; e
• promover a extensão, aberta à participação da população, visando à difusão das conquistas e benefícios da criação cultural e da pesquisa científica e tecnológica geradas na instituição.